sexta-feira, 22 de junho de 2012

Ventoinha (cooler) lenta, vibrando, trepidando ou emperrada tem conserto?

Esse é um problema que pode aparecer sim em ventoinhas, e pode ser crítico caso apareça em um cooler de uma CPU ou de uma GPU (placa de vídeo), com resultados óbvios!
A lentidão se dá pelo fato do eixo da ventoinha sofrer um degaste ao ponto de ficar com uma leve folga, e isso faz com que ela sofra uma oscilação no rotor (parte onde fica a hélice) o que freia a hélice, fazendo ela ficar lenta e com um som estranho (por estar trepidando). É algo como o que aconteceu com esse helicóptero, só não te custa tão caro nem vai se desmontar XD

Existe solução? SIM! Eu tinha uma ventoinha de um cooler aqui em casa, e achei um PC na rua e resolvi pegar o cooler de uma GPU, que infelizmente (ou felizmente pra vcs!) estavam assim! Eu queria o cooler para por na minha protoboard para resfriar o dissipador do meu 7805, mas ela estava muito lenta e não gerava fluxo de ar! Resolvi então tentar arrumar: e conseguí! É extremamente simples, como vou mostrar a seguir. Consertando a ventoinha: Primeiro, pegue a ventoinha e olhe a parte de trás dela e procure a presilha que evita que o rotor seja sacado do eixo como mostra a figura abaixo (a presilha está destacada pelo círculo mais claro)
A trava do eixo do rotor
referência das partes do estator
Visão explodida geral de um cooler. A trava do rotor é a presilha!
Encontrada essa presilha (que pode estar escondida embaixo de alguma etiqueta ou tampa de borracha/plástico), use um estilete e uma pinça para tirá-la, e tente não danificála nem amassá-la, pois você a colocara novamente depois. Ela é flexível, então será fácil tirá-la. Depois de retirar a trava, remova o rotor puxando pelo "núcleo" da hélice ou empurrando o eixo do rotor. A foto abaixo mostra como tirar pelo núcleo usando um alicate de bico.
Muito cuidado para não quebrar alguma pá! Depois de retirar o rotor, observe para ver se existe alguma arruelinha de plástico presa ou ao eixo do rotor ou ao estator (alí onde tem o enrolamento). Independente de onde esteja, você precisa tirar ela e deixá-la separada. O truque surge aqui: a graxa branca! Sim, a graxa branca é que vai resolver o problema. Porque a graxa branca? Porque ela é bem mais firme e sólida, não tem problemas com eletricidade e é praticamente permanente! Sua característica mais firme é que vai evitar que o rotor oscile! (pra quem gosta de aviação, o que acontece aqui com a ventoinha é quase o mesmo que a ressonância de solo que acontece com os helicópteros XD).
Essa é a graxa que usei. Com álcool isopropílico (usado para a limpeza de eletro-eletrônicos. Pode ser comprado em casa de componentes eletrônicos), limpe todo o eixo do rotor de do estator, e com um palito de dente (não serve cotonete por causa da consistência!), aplique a graxa (na real intupa tudo com graxa! hahaha) no eixo da base (estator) e no eixo do rotor.
Eixo do estator (o furo onde entra o eixo do rotor). Este furo devera ser preenchido com a graxa assim como a superfície externa (parte metálica provavelmente), onde não deve ser aplicado muito! Apenas passe uma fina camada!
Rotor com seu eixo
  Nesse eixo pode-se passar menos graxa, mas deve-se lubrificar tbm. Feito isso, recoloque a arruela no rotor e este no estator e ligue para ele girar. Deixe girar por uns 3 minutos (para ter uma distribuição uniforme nos eixos). Tire novamente o rotor da base, limpe os excessos e lubrifique apenas a parte metálica do estator, onde provavelmente agora estará a arruela. Pode lubrificar por cima dela mesmo! Se tudo der certo, quando você remontar o cooler ele terá parado já com a oscilação. Coloque para girar mais uns 5 minutos (poderá ser observado um leve aquecimento no estator, pois a graxa irá forçar, meio que segurar o rotor). Desmonte novamente e lubrifique com óleo como o WD-40. Lubrifique bem, fazendo ele cobrir toda a parte metálica/arruela e o furo do eixo, seque O EXCESSO e remonte pela última vez. Ligue-a novamente e pronto: girando rápido de novo e sem trepidar! Se achar conveniente (como por exemplo se for usar a ventoinha na vertical), coloque a trava do eixo do rotor com auxílio da pinça e pronto! Não garanto o tempo que essa técnica irá funcionar, pois a fiz recentemente, mas dependendo, dá pra quebrar um bom galho até comprar uma nova, mas acredito que vá funcionar por muito tempo (se a graxa não reagir com o óleo). A graxa branca é muito resistente, pois serve tanto para atrito entre plásticos/ metais tanto para atrito entre ambos. Sobre o conserto foi isso aê! Se a sua tiver trava, ao retirar o rotor provavelmente você encontrará algo que estivesse travando ela, ou então o eixo pode estar amassado (o que é praticamente impossível sem destruir o rotor) Por hojé é só! Mas daqui a uns dias coloco aí mais uma aula sobre MCU (dessa vez sobre PWM), como montar um encoder rotativo (rotary encoder) e um testador de portas USB muito legal! Abração a todos e fiquem na paz!

 PS: Já fazem quase dois meses que usei este método e a ventoinha continua perfeita!!