domingo, 5 de dezembro de 2010

Fading LED com CI 555

Fala galera do blog! To aqui, como sempre com um circuito novo: o Fader de LEDs com o CI 555.
Depois de fazer um circuito gingantesco com o 4017 e por acidente ver a forma de onda do pino 2 do CI 555, cheguei nesse circuito que vou descrever aqui no blog e que o vídeo tá la no meu canal do youtube: www.youtbe.com/nemweb e o link direto do vídeo é http://www.youtube.com/watch?v=8PsWmzES5fI

Antes de você ler esse post, caso não tenha visto o vídeo, aconselho vc ver o vídeo pra vc conseguir entender melhor o post.
O esquema é o da figura aí em baixo.



A parte que esta dentro do retângulo preto é o "penetra", e como eu disse no vídeo, vc pode ignorar estaparte do esquema. Do esquema, o único componente que você pode mudar é o capacitor C1, que deve ser de valor compatível com os aceitos pelo 555. O funcionamento é bem simples: o sinal é retirado do pino 2 do CI 555, que é um sinal "dente de serra", esse sinal é levado pelo resistor R4 que NÃO deve ter seu valor alterado até Q1, que obrigatoriamente deve ser PNP. Então o sinal é "refinado" pelos resistores R3, R1 e R2 que também NÃO devem ter seus valores alterados e então chega a Q2, que finalmente aciona o LED. Os resistores podem ser de 1/4W e a fonte sugiro ser uma fonte filtrada e bem regulada. Caso queira usar o circuito com outras tensões use a seguinte fórmula:

resistor=Vpwr-VLED/ILED
Onde resistor é o valor do resistor em ohms, Vpwr é a tensão da fonte, VLED é a tensão do LED e ILED é a corrente do LED (essa formula pode ser usada com qualquer outro esquema quando for nescessário ligar um LED à uma alimentação e não temos o valor do resistor, se necessário!)

É isso galera.
Flw

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Circuito para controlar servo motor

Daew galera.
Nesses últimos meses, bastante gente tem visto o meu vídeo (www.youtube.com/nemweb) de um circuito controlador de servo motores de todos os tipos e tenho recebido bastante pedidos do circuito, e então resolvi publicar, mas favor ler o item "DONATES" no final.

CIRCUITO

O circuito funciona a base do CI 555, no modo oscilador. Para produzir-mos os diferentes sinais PWM para o servo funcionar, usamos um potenciômetro. O transistor Q1 pode ser qualquer transistor de média potência (ou até mesmo de baixa potência). Segue o esquema:

O circuito pode ser alimentado com tensões a partir de 5 V até a tensão do seu servo. O valor do potênciometro deixou uma grande faixa morta no meu circuito! recomendo testar os valores.


DONATES

Este circuito faz parte de um projeto que estou desenvolvendo. Quem quiser fazer qualquer doação a partir de R$1,00 para meu projeto, mande um email para stephen_web@hotmail.com
Abraços galera.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Controle de servo motor pela porta paralela

Fala galera! To aqui desenferrujando o blog com mais um projeto: controle de servo motor pela porta paralela!

1. O esquema

o esquema é esse aí:




J1 é o plug de alimentação do servo, sendo que esse pode ser substituido pela porta USB, que fornece 5V com corrente máx. de 500 mA.
O resistor R1 é de 10K, sendo ele o responsável por levar o sinal da porta paralela até o T1 (ou Q1 daqui pra frente).
R2 também é de 10K, sendo ele um resistor de pull-up, para não deixar a saída "flutuante".
O Q1 pode ser qualquer transístor de média potência (ou baixa dependendo do servo), sendo OBRIGATORIAMENTE NPN!.
No conector do servo, seguindo e esquema, temos de cima para baixo:
1: negativo da fonte (cabo preto);
2: positivo da fonte (cabo vermelho) e;
3: sinal do servo (cabo branco ou amarelo)

No conector Porta_paralela, temos:

PORTA_PARALELA-1: qualquer pino de sinal (pinos 2 ao 9) e;
PORTA_PARALELA-2: qualquer pino do negativo da porta paralela (pinos 18 ao 25).

2.Funcionamento:

O sinal produzido pelo programa (que será explicado logo a seguir) sai na porta paralela por um dos pinos de sinal (D0 a D7), é levado ao transístor Q1, que serve como driver de potência. O sinal, com o resistor de pull-up finalmente chega ao servo motor.

3.Programa:

O programa recomendado é o Relais Timer, facilmente baixado no google. Podenser usado qualquer programa que produza pulsos para a porta paralela.
O pino programado no programa DEVE OBRIGATORIAMENTE ser o MESMO usado no circuito.

É isso galera, no próximo post vou trazer um circuito capaz de controlar servos motores pela porta serial e talvez com resposta a sinais.
Falow galera, um grande abraço.

domingo, 18 de abril de 2010

Medidas analógicas com o PIC16F628A

Fala galera. To aqui com algo bem útil: medidas anlógicas com o PIC16F628A. Mas é diferente, pois não usa CI's externos (em um dos exemplos), usa apenas quem? ELE MESMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
COMO?
É POSSÍVEL?
SAI CARO?

Não sai caro, pois não usa nenhum componente a mais (no princípio PWM)!!!!!

1° exemplo: Princípio do PWM.

Como funciona o PWM? Simples. uma pulsação com determinado tempo, produz uma tensão média. Se vc aumentar essa pulsação, o que aconteçe? AUMENTA A TENSÃO MÉDIA!!!!
Esse exemplo é usado em medidas de RPM's e outra medidas pulsantes.
Se a frequência x produz uma tensão média de y Volts, se vc aumentar a freuqência x a tensão y aumenta também! Usando divisão no programa e o Timer do PIC, vc consegue medir tensões médias, apenas provenientes de pulsações.

2° exemplo: O fantástico 555!!!!!!!!!!!

O QUE???? O QUE O CI 555 PODE AJUDAR EM MEDIDAS ANALÓGICAS??????
Simples! Como a pulsação depende da tensão nos pinos 6 ou 7, você vai mudar a pulsação dependendo da tensão, Perceba que vamos usar o 1° exemplo!!!!!!
E só montar um oscilador comum com o ci 555, e no pino 7, ligar a entrada da tensão. Esse exemplo vale pra qualquer medida analógica não pulsante! E ainda serve pra sensores capacitivos! e so substituir o Capacitor do esquema do oscilador pelo sensor! O ci 555 é muito barato, cerca de R$ 0,50!!!!!!!!!
Viu como usando os antigos circuitos vc consegue fazer coisas impressionantes com o PIC16F628A?
Na revista eletrônica total n°106, tem um esquema com 555 para o 1° exemplo! Eu já testei! E funciona bem!


Qualquer dúvida, me add no msn: stephen_web@hotmail.com ou me manda um e-mail!

Ateh mais!

terça-feira, 23 de março de 2010

Como inserir "jumpers" no ExpressPCB

Certamente, quem meche com o ExpressPCB já teve de fazer um jumper. é fácil! só por dois furos e pronto! Mas e quando se tem vários jumpers ou varios jumpers perto? Como fazer pra não se perder? O truque é fácil! Observe: clique para fazer uma trilha e lá em cima (img1) clique na linha amarela e ligue um ponto ao outro! Pronto (img2)


(img1)



(img2)

Agora vc me pergunta: porque não usar a trilha verde que fica por cima da placa? Simples! pelo fato da linha verde não sair no silkscreen, sendo que na placa é sempre bom ter o silkscreen com os jumpers pra ajudar.
Ateh a próxima.
Flw

quinta-feira, 11 de março de 2010

Tips 'n Tricks

Certamente vocẽ já deve ter passado pela seguinte situação: você bola um projeto microcontrolado, fica todo animado, mas logo você esbarra na quantidade de pinos de I/O do seu microcontrolador! Seu projeto foi por água a baixo! Ou você precisa controlar poucos LED's mas você acha que um Microcontrolador de 8 pinos não é suficiente mas um de 18 pinos é grande demais! Por isso eu trouxe o TIP 'n Tricks da microchip! esse que eu trago é para Microcontroladores de 8 pinos, mas vai que as idéias você usa em outros microcontroladores?
O documento é em inglês, mas acredito que você entenderá.
o link é o seguinte: ww1.microchip.com/downloads/en/devicedoc/40040b.pdf
Boa sorte e até mais.